22/03/2010

//Sonhe\\

"E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis." Mateus 21:22


Certa vez, um jovem que morava no centro oeste dos Estados Unidos, por ser filho de um domador de cavalos, tinha uma vida quase nômade, mas desejava muito estudar.

http://projetoyoseph.files.wordpress.com/2009/10/sonho-de-deus.jpgPerseguia o ideal da cultura.


Dormia nas estrebarias, trabalhava os animais fogosos e nos intervalos, à noite, ele procurava a escola para iluminar a sua inteligência.

Em uma dessas escolas, certa vez, um professor pediu à classe que cada aluno relatasse o seu sonho. O que desejariam para suas vidas.

O jovem, tomado de entusiasmo, escreveu sete páginas. Desejava, no futuro, possuir uma área de 80 hectares e morar numa enorme casa de 400 metros quadrados. Desejava ter uma família muito bem constituída. Tão entusiasmado estava, que não somente descreveu, mas desenhou como ele sonhava a casa, as cocheiras, os currais, o pomar. Tudo nos mínimos detalhes.

Quando entregou o seu trabalho, ficou esperando, ansioso, as palavras de elogio do seu mestre. Contudo, três dias depois, o trabalho lhe foi devolvido com uma nota sofrível. Depois da aula, o professor o procurou e falou:

- O seu sonho é absurdo. Imagine, você é filho de um domador de cavalos. Você será um simples domador de cavalos. Escreva uma outra realidade e eu lhe darei uma nota melhor.

O jovem foi para casa muito triste e contou ao pai o que havia acontecido. Depois de ouvi-lo, com calma, o pai lhe afirmou:


- O sonho é seu. Você deve fazer o que quiser. A decisão de persistir nesse sonho ou procurar outro é sua.

O jovem meditou e, no dia seguinte, entregou as mesmas páginas ao professor. Disse-lhe que ficaria com a nota ruim mas não abandonaria o seu sonho.


Esta história foi contada pelo dono de um rancho de 80 hectares, próximo a um colégio famoso dos Estados Unidos. A área atualmente é emprestada para crianças pobres passarem os fins de semana. Depois de terminar a história, o dono do rancho apresentou-se como o jovem que teve a nota ruim, mas não desistiu do seu sonho.

E o mais incrível é que aquele professor, trinta anos depois, foi visitar, com os seus alunos, aquela área especial.

Naturalmente ele reconheceu no proprietário o antigo aluno e confessou:


- Fico feliz que o seu sonho tenha escapado da minha inveja. Naquela época eu era um atormentado. Tinha inveja das pessoas sonhadoras. Destruí muitas vidas. Roubei o sonho de muitos jovens idealistas. Felizmente não consegui destruir o seu sonho, que faz bem a tantas vidas.

Sonhe acertar a lua. Mesmo que erre, Ainda assim, terá muitas estrelas!

Desconheço o Autor

Colaboração de Um Amigo de Deus Valbert

6 comentários:

Adriana disse...

Oi menina, obrigada pela visita no meu blog. Que o Senhor te abençoe cada dia mais. Bjaum

Adriana disse...

eu creio. bjaum

Walquíria e Bruno disse...

Se quisermos, crermos e obedecermos ao Senhor, a promessa é de vida em abundância! (Is 1.19).
Vamos persistir nos sonhos que Ele nos deu?
Grande beijo. Paz!

Andressa Bragança disse...

Oi minha princesa. os sonhos de DEUS JAMAIS VAO MORRER...
Te amo

Adriana disse...

Oi menina, passando para desejar bençãos e forças vindas da parte do nosso Pai. Bjaum.

claudete disse...

oi.amada conheci teu blog hoje que é uma benção,estou te seguindo.assim que puder me faça uma visitinha.
http://exercendoafe.blogspot.com
bjuss!!!fika na paz do senhor jesus!!!